Ensaio

Galicanto

Não consigo parar de pensar nos tantos mundos que há, nas barreiras a separá-los, nas dificuldades de passar de uns para os outros pela mesma passada.

Foto
álvaro domingues

“O gallo, porém, excede em numero e em variedade todas as especies da fauna. É a melhor tratada em nobresa de porte, em insistencia de detalhes em apuro final de modelado. Na impressão que as aves exercem destaca-se a que produz esta, visivelmente pelos costumes dominadores e masculos. Altivo e majestoso, vigilante e cupido, todo o povo o celebra, em contos, em superstições, em cantares (…) Canta o gallo, abre a luz.” (1)