Joe Penney/REuters
Reportagem

Nos Bijagós, até os biólogos apanham lixo para salvar as tartarugas

Nas paradisíacas praias dos Bijagós, na Guiné-Bissau, os biólogos têm uma rotina: às quartas-feiras apanham o lixo que chega à praia. Há sobretudo plástico e muitas saquetas de água. Sem esta disciplina, as tartarugas-verdes perderiam o melhor lugar para desova da África ocidental.

O barco pára ao largo da ilha de Poilão, no arquipélago dos Bijagós, Guiné-Bissau, os turistas exclamam “que paraíso...!” e mergulham felizes na água quente em direcção à areia.