Macau 20 anos

Macau: o que fazer com a herança portuguesa?

Há 20 anos, Portugal devolveu Macau à China. À pergunta o que resta de Portugal tem de se seguir outra: o que fazer com o que ainda resta? Leia a reportagem: Macau: polir a pérola, antes que a desfaçam

Foram os portugueses quem legalizaram pela primeira vez o jogo em Macau, ao regulamentarem, no século XIX, o fan-tan.
Fotogaleria
Foram os portugueses quem legalizaram pela primeira vez o jogo em Macau, ao regulamentarem, no século XIX, o fan-tan.

Durante 450 anos, Macau foi portuguesa. Ainda hoje não é totalmente chinesa, ainda que quem mande seja Pequim. Desde a transferência da autonomia para a China, esta cidade mudou muito. A 20 de Dezembro de 2019 passam duas décadas. Um número redondo, no mesmo ano em que a própria República Popular da China fez 70 anos e as relações diplomáticas entre Portugal e a China também dobraram um número redondo (40 anos).

Nestes 20 anos de administração chinesa, a economia do jogo explodiu. Macau tem mais visitantes do que Paris, do que Nova Iorque, do que Pequim. Foram mais de 35 milhões em 2018. O PIB per capita, em paridade de poder de compra, é dos mais elevados do mundo. Para 650 mil habitantes, isso significa capacidade de aquisição, mas há enormes desafios pela frente. A habitação é uma delas. cada vez mais cara, escasseia nesta região administrativa especial.

O território é marcado por grandes contrastes. Rica e reluzente nuns sítios, lúgubre e sombria noutras áreas. As duas ilhas de Coloane e Taipa estão agora unidas pelo aterro de Cotai, onde ficam os maiores casinos do mundo. Não se pode excluir Macau de uma viagem à China. Nem se pode arrancar as raízes portuguesas do que lá se vê. O jogo legalizado é uma "invenção" portuguesa. Todo o centro histórico, protegido pela UNESCO, tem marca lusitana.

Por isso mesmo, numa altura em que a presença asiática e a influêcia chinesa se densifica, vale a pena discutir que futuro tem esse legado português. O que restará daqui a 20 ou 30 anos do que Portugal deixou por lá? Victor Ferreira

Hoje, a economia do jogo faz de Macau um destino mais visitado do que Paris, Nova Iorque ou a própria capital chinesa, Pequim
Hoje, a economia do jogo faz de Macau um destino mais visitado do que Paris, Nova Iorque ou a própria capital chinesa, Pequim
Três anos após a transição de soberania, a concessão de casinos alargou-se e isso mudou tudo.
Três anos após a transição de soberania, a concessão de casinos alargou-se e isso mudou tudo.
Macau é agora uma região administrativa especial da China, com um dos mais altos PIB per capita em paridade de poder de compra do mundo
Macau é agora uma região administrativa especial da China, com um dos mais altos PIB per capita em paridade de poder de compra do mundo
As ruínas de São Paulo rivalizam em popularidade com os grandes casinos que proliferaram nos últimos 20 anos
As ruínas de São Paulo rivalizam em popularidade com os grandes casinos que proliferaram nos últimos 20 anos
O Mercado Vermelho, com os seus três pisos instalados num edifício modernista, é uma experiência impressionante e obrigatória
O Mercado Vermelho, com os seus três pisos instalados num edifício modernista, é uma experiência impressionante e obrigatória
Em termos de meteorologia, Macau não é uma pêra doce, com um clima subtropical de monções
Em termos de meteorologia, Macau não é uma pêra doce, com um clima subtropical de monções
Há territórios muito marcados na cidade: a zona do Porto Interior é uma das áreas onde o estilo de vida chinês abunda
Há territórios muito marcados na cidade: a zona do Porto Interior é uma das áreas onde o estilo de vida chinês abunda
O território é fortemente marcado por diferenças urbanas assinaláveis. Há áreas de grande degradação imobiliária
O território é fortemente marcado por diferenças urbanas assinaláveis. Há áreas de grande degradação imobiliária
Perto das Portas do Cerco, as típicas grades nas fachadas – hoje proibidas por lei – endurece ainda mais a paisagem urbana já de si caótica
Perto das Portas do Cerco, as típicas grades nas fachadas – hoje proibidas por lei – endurece ainda mais a paisagem urbana já de si caótica
Há outras áreas da cidade muito coloridas e novas
Há outras áreas da cidade muito coloridas e novas
O centro histórico guarda a maior parte do legado português
O centro histórico guarda a maior parte do legado português
A torre dourada em forma de ananâs do Grand Lisboa é um marco no horizonte de Macau
A torre dourada em forma de ananâs do Grand Lisboa é um marco no horizonte de Macau
Portugal mandou neste território 450 anos. A arquitectura religiosa é um dos testemunhos que hoje continuam vísiveis
Portugal mandou neste território 450 anos. A arquitectura religiosa é um dos testemunhos que hoje continuam vísiveis
"Um país, dois sistemas". A China acelerou a transformação de Macau, mas continua a respeitar alguns dos traços culturais que os portugueses ali deixaram
"Um país, dois sistemas". A China acelerou a transformação de Macau, mas continua a respeitar alguns dos traços culturais que os portugueses ali deixaram
A Torre Eiffel, uma réplica em frente ao resort Parisian, é um dos exemplos do novo-riquismo da zona de Cotai, onde tudo é grande e reluzente
A Torre Eiffel, uma réplica em frente ao resort Parisian, é um dos exemplos do novo-riquismo da zona de Cotai, onde tudo é grande e reluzente
Vista aérea da Torre de Macau, que surgiu já depois da transição, permite olhar para a Baía da Praia Grande
Vista aérea da Torre de Macau, que surgiu já depois da transição, permite olhar para a Baía da Praia Grande
Calçada do Amparo, uma zona que atrai indústrias criativas
Calçada do Amparo, uma zona que atrai indústrias criativas
Sugerir correcção