Seis mortos em tiroteio em supermercado de New Jersey

O tiroteio provocou a morte a seis pessoas, incluindo os dois suspeitos do ataque.

Fotogaleria
As autoridades no local do tiroteio em Jersey City, Estados Unidos,As autoridades no local do tiroteio em Jersey City, Estados Unidos JUSTIN LANE/LUSA,JUSTIN LANE/LUSA
Fotogaleria
JUSTIN LANE/LUSA
As autoridades no local do tiroteio em Jersey City, Estados Unidos
Fotogaleria
As autoridades no local do tiroteio em Jersey City, Estados Unidos JUSTIN LANE/LUSA
Fotogaleria
JUSTIN LANE/LUSA
Fotogaleria
JUSTIN LANE/LUSA

Um polícia e pelo menos cinco outras pessoas morreram esta terça-feira num tiroteio em Jersey City, no estado norte-americano de New Jersey. Dois agentes da polícia ficaram ainda feridos.

A troca de tiros entre as autoridades e os dois suspeitos do ataque durou mais de uma hora, com os dois homens a barricarem-se num estabelecimento comercial.

As autoridades ainda não conseguiram determinar qual o motivo que esteve na origem do tiroteio, mas acreditam que não se terá tratado de um ataque terrorista.

Joseph Seals, o agente de 39 anos que morreu durante a troca de tiros, pertencia à polícia há 13 anos.

O chefe da polícia de Jersey City, Mike Kelly, afirmou, em declarações aos jornalistas, que inicialmente as autoridades foram alertadas para uma troca de tiros num cemitério local, por volta das 12h (hora local).

Ao que tudo indica, Joseph Seals terá sido morto quando tentava deter os dois suspeitos, que fugiram do local num camião. Depois os dois homens armados ter-se-ão barricado num supermercado nas proximidades.

Segundo Mike Kelly, citado pela BBC, os suspeitos estavam armados com “espingardas bastante poderosas” e dispararam “centenas de cartuchos de munições”.

O tiroteio provocou a morte a seis pessoas, incluindo os dois suspeitos do ataque.

Sugerir correcção