Torne-se perito

Uma noite no Esqina, um hotel com muitas artes dentro

Na Baixa de Lisboa, este hotel de quatro estrelas com ar descontraído pode ser o espaço ideal para beber um cocktail ao final do dia. E até ser surpreendido com uma exposição ou um concerto mais intimista.

Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge Francisco Romão Pereira
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge Francisco Romão Pereira
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge Francisco Romão Pereira
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge Francisco Romão Pereira
Fotogaleria
É o balcão do bar que acolhe não só os hóspedes mas também os visitantes Marina Abadjieff
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge Francisco Romão Pereira
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge Francisco Romão Pereira
Fotogaleria
Fachada do hotel Esqina Cosmopolitan Lodge Ramon Melo
,Hotel
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge MARINA ABADJIEFF
Esqina Cosmopolitan Lodge
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge MARINA ABADJIEFF
Cortina
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge MARINA ABADJIEFF
Esqina Cosmopolitan Lodge
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge MARINA ABADJIEFF
Fotogaleria
Esqina Cosmopolitan Lodge MARINA ABADJIEFF

Quando se espreita pelas portas envidraçadas, emolduradas de negro, vêem-se duas arcadas e um balcão que as abraça, pintado em tons de azul, como são as paredes. No balcão, e por cima dele, numa prateleira suspensa, estão espalhadas garrafas, copos, acessórios e máquinas. Embora de aspecto elegante, há uma certa descontracção na decoração, que é completada, mais atrás, com mesas de tampo de mármore e cadeiras vermelhas. As boas-vindas são dadas pelo barman e não por um recepcionista, mas não nos enganamos na entrada. O lobby do hotel fica no interior do edifício e foi intencional ali fixá-lo, num local de passagem. A ideia dos proprietários é que o espaço seja não só usado pelos turistas, que chegam a Lisboa para pernoitar, mas também pelos locais. É que o Esqina tem a ambição de ser um espaço de convívio e de arte.