Apple lança computador que pode custar mais de 62 mil euros

É o Mac mais caro de sempre. Só as rodas, um extra opcional, custam 480 euros.

A apresentação do novo Mac Pro, em Junho, com Tim Cook, o presidente da Apple
Foto
A apresentação do novo Mac Pro, em Junho, com Tim Cook, o presidente da Apple Mason Trinca/Reuters

Os aparelhos da Apple sempre estiveram no topo da tabela no que aos preços diz respeito. Mas com o mais recente lançamento, a empresa atingiu um novo recorde.

A Apple colocou à venda a sua nova linha de computadores da gama Mac Pro, destinados sobretudo a profissionais em áreas como a edição de vídeo ou a realidade virtual. Em Portugal, o preço da versão mais básica é de 6599 euros. Com os extras para melhor desempenho, o computador pode chegar aos 62.046,98 euros.

O preço mais elevado reflecte a escolha de vários componentes, desde mais memória a mais espaço de armazenamento, passando por um processador mais potente e uma melhor placa gráfica.

PÚBLICO -
Foto

A factura, no entanto, pode tornar-se ainda mais elevada. Optar pela estrutura com rodas (em vez de uns suportes fixos) significa um acréscimo de 480 euros. Se o comprador optar por ter, além do rato, também um trackpad (um equipamento para controlar o cursor no ecrã, semelhante ao dos computadores portáteis), somam-se mais 149 euros à conta.

Muitos dos extras do novo Mac Pro custam mais do que os outros computadores da marca. Alguns dos extras que podem ser encomendados custam mais do que um carro utilitário. O monitor não faz parte do pacote, mas o teclado, o cabo de alimentação e um cabo USB são incluídos sem custos adicionais.

O computador já tinha sido apresentado em Junho, altura em que a Apple divulgou o preço da versão mais básica.