Arquimedes Silva Santos (1921-2019): o último neo-realista

O neuropsiquiatra, pedagogo e poeta Arquimedes Silva Santos morreu no domingo, aos 98 anos. Era o derradeiro representante vivo da primeira geração de poetas neo-realistas.

Foto

Com a morte, no domingo, do médico, pedagogo e poeta Arquimedes Silva Santos, desaparece, aos 98 anos, a memória viva do movimento literário neo-realista em Portugal.