Críticas, acusações e maiúsculas. Como o discurso de Trump no Twitter o ajuda

Uma dupla de investigadores australianos analisou os tweets de Donald Trump antes e depois de ser eleito. A conclusão é que o uso do Twitter para atacar directamente oponentes e tecer críticas o ajudaram a conquistar eleitores.

Estados Unidos
Foto
Frequentemente os tweets de Trump surgem com palavras em maiúsculas para dar ênfase às consequências Reuters/YURI GRIPAS

A forma como o presidente norte-americano Donald Trump usa o Twitter — com uma linguagem casual, muitas maiúsculas, publicações focadas na falhas dos oponentes, acusações, e hashtags inventadas pelo próprio — ajudaram-no a relacionar-se com um grupo de pessoas que não estariam habitualmente interessadas em política. O tom negativo terá sido chave na sua eleição.