Elas são melhores na leitura, eles na matemática

Género influencia os resultados dos alunos de 15 anos nos PISA, bem como as suas expectativas profissionais para o futuro.

Foto
adriano miranda

Os estudantes portugueses têm resultados distintos nos PISA (Programme for International Student Assessment), que avalia os conhecimentos dos alunos de 15 anos, em função do género. Enquanto as raparigas têm melhor desempenho na leitura, os rapazes conseguem ser mais fortes na matemática. Nas ciências, a diferença é menor, mas continua a pender para o lado masculino. Eles e elas revelam também expectativas profissionais muito distintas.