PISA 2018

Alunos portugueses pioram a ciências, mas mantêm-se acima da média da OCDE

Por comparação a 2015, houve descidas nas médias de leitura e ciências, enquanto o resultado de matemática se manteve igual. Há também mais estudantes portugueses com desempenhos de topo. É o que revela a última edição desta avaliação internacional que volta a ser dominada por países asiáticos e que mostra uma Finlândia em quebra acentuada. Em 18 anos de PISA, Portugal foi o único país da OCDE que manteve uma evolução positiva.