No Ponto: manjoeireiros, Loures

É um doce simples com um nome difícil de pronunciar. Leva leite, ovos, açúcar e limão.

Foto

A magnífica casa Solar dos Pintor, no concelho de Loures, apresenta o manjoeireiro, especialidade docinha que vale a pena conhecer. Tem leite, ovos, açúcar e limão, e coze em banho-maria. 

Esta casa antiga, com mais de cem anos, tem vindo a reinventar-se e a apostar na qualidade. No caso dos docinhos, manteve-se o manjoeireiro depois de várias receitas de pastéis e queijadas terem sido experimentadas ao longo dos anos. O nome do doce alude à aldeia da Manjoeira, onde o restaurante se situa. Os clientes são assíduos e exigentes, e o manjoeireiro passou no seu crivo.

PÚBLICO -
PÚBLICO -
PÚBLICO -
Fotogaleria

A Doçaria Portuguesa

Cristina Castro criou o projecto No Ponto para registar e dar a conhecer os doces do país. Tem vindo a publicar a colecção A Doçaria Portuguesa, “os mais completos livros sobre a história e actualidade dos doces de Portugal”. A investigação para este trabalho levou a autora a viajar por todos os concelhos em busca de especialidades doceiras. A partir da oportunidade de ver como se faz, de falar com quem produz, de conhecer vidas, histórias e tradições associadas à doçaria, surgiram os vídeos que desvendam um pouco de cada doce.

Regularmente, a Fugas revela um vídeo novo sobre um doce diferente.