António Maçanita abre-nos as portas do seu paço alentejano

Um paço do século XIV junto de Évora, uma adega, um produtor irreverente e muitas histórias. António Maçanita apresenta o seu Alentejo.

Foto
António Maçanita na sua propriedade do Alentejo Arlindo Camacho

O produtor de vinho António Maçanita costumava ver a propriedade alentejana a partir da auto-estrada quando por ali passava de carro. Um dia, disse: “Não passa de hoje, tenho que ir lá ver o que é.” Andou às voltas até conseguir chegar junto da imponente construção, na altura na posse de D. João Saldanha, marquês de Rio Maior.