Lisboa: a festa da trufa branca está de volta ao Come Prima

Menu especial está disponível até dia 7 de Dezembro, mas só ao jantar. A reserva é indispensável.

Fotogaleria
Tanka Sapkota está em Portugal há 20 anos DR
Fotogaleria
No restaurante Come Prima, em Lisboa, as trufas são rainhas até 7 de Dezembro DR
Fotogaleria
O festival da trufa branca só se realiza ao jantar, diariamente, excepto ao domingo DR

O chef nepalês Tanka Sapkota, radicado em Portugal há mais de 20 anos, volta a apostar num menu especial no restaurante Come Prima, com a rara e imponente trufa branca a brilhar numa refeição que já se tornou uma tradição em Lisboa.

A primeira vez que Tanka decidiu elaborar uma refeição utilizando trufa branca como ingrediente principal foi há 12 anos. E, tantos anos depois, a festa não é menor nem a procura diminuiu, mesmo que os pratos se mantenham os mesmos, apostando assim nos sabores que resultam: “Acredito que comida simples requer os melhores ingredientes”, diz o chef ao PÚBLICO, sublinhando que “um prato simples” pode ser “mágico”.

A proposta do cozinheiro — que é proprietário de três restaurantes na capital: o Come Prima, o Forno d’ Oro e o Il Mercato — é servir como entrada ovos cozidos a baixa temperatura com trufa (34,90 euros) e no prato principal deixar a trufa brilhar sobre uma tajarin al burro (41,50 euros), uma receita de pasta fresca tradicional da região italiana de Piemonte, de onde as trufas são originárias.

PÚBLICO -
Foto
Pormenor de um dos pratos do menu de Tanka Sapkota DR

A festa da trufa branca realiza-se até dia 7 de Dezembro, apenas aos jantar (e excepto ao domingo, em que o restaurante se encontra encerrado), sendo obrigatório reservar com antecedência.

Sugerir correcção