Fotogaleria

Do Chile a Hong Kong, há amor em tempos de revolta

De Santiago do Chile a Hong Kong, passando pelo Líbano e pela Colômbia, o mundo está em convulsão. Mas mesmo nos momentos mais difíceis da História, o amor, o afecto e a amizade resistem. Esta é uma selecção de fotografias da Reuters.

Estudantes beijam-se em Brasília numa manifestação contra os cortes no ensino, em Maio de 2019 REUTERS/Adriano Machado
Fotogaleria
Estudantes beijam-se em Brasília numa manifestação contra os cortes no ensino, em Maio de 2019 REUTERS/Adriano Machado

Um beijo durante um protesto em Caracas, Venezuela, contra o regime de Nicolas Maduro, em Março de 2014
Um beijo durante um protesto em Caracas, Venezuela, contra o regime de Nicolas Maduro, em Março de 2014 REUTERS/Christian Veron
Dois estudantes beijam-se durante um protesto contra Daniel Ortega, Presidente da Nicarágua, em Julho de 2019
Dois estudantes beijam-se durante um protesto contra Daniel Ortega, Presidente da Nicarágua, em Julho de 2019 REUTERS/Oswaldo Rivas
No aeroporto de Hong Kong, em Agosto de 2019: "Nunca nos renderemos"
No aeroporto de Hong Kong, em Agosto de 2019: "Nunca nos renderemos" REUTERS/Issei Kato
Outro casal num momento de afecto durante os protestos em Hong Kong, também em Agosto de 2019
Outro casal num momento de afecto durante os protestos em Hong Kong, também em Agosto de 2019 REUTERS/James Pomfret
Beijos à porta da embaixada do Brasil em Buenos Aires, Argentina, em Setembro de 2019, num protesto contra a decisão do governo estadual do Rio de Janeiro de ordenar a apreensão de um livro em que dois homens se beijam
Beijos à porta da embaixada do Brasil em Buenos Aires, Argentina, em Setembro de 2019, num protesto contra a decisão do governo estadual do Rio de Janeiro de ordenar a apreensão de um livro em que dois homens se beijam REUTERS/Agustin Marcarian
Um casal descansa durante os protestos que varreram a Catalunha em 2019
Um casal descansa durante os protestos que varreram a Catalunha em 2019 REUTERS/Juan Medina
Um casal durante confrontos em Manágua, Nicarágua, em Maio de 2018
Um casal durante confrontos em Manágua, Nicarágua, em Maio de 2018 REUTERS/Oswaldo Rivas
O beijo entre Silvio Berlusconi e Matteo Renzi (ou melhor, entre duas pessoas com máscara destes políticos italianos) durante um comício do Movimento 5 Estrelas em Roma, Itália, em Outubro de 2017
O beijo entre Silvio Berlusconi e Matteo Renzi (ou melhor, entre duas pessoas com máscara destes políticos italianos) durante um comício do Movimento 5 Estrelas em Roma, Itália, em Outubro de 2017 REUTERS/Alessandro Bianchi
Um beijo durante confrontos em Santiago do Chile, em Outubro de 2019
Um beijo durante confrontos em Santiago do Chile, em Outubro de 2019 REUTERS/Jorge Silva
Duas mulheres beijam-se durante a Marcha das Mulheres em Washington, EUA, Janeiro de 2017
Duas mulheres beijam-se durante a Marcha das Mulheres em Washington, EUA, Janeiro de 2017 REUTERS/Lucas Jackson
Um beijo contra o "Brexit", numa manifestação em Berlim, Alemanha, em Junho de 2016
Um beijo contra o "Brexit", numa manifestação em Berlim, Alemanha, em Junho de 2016 REUTERS/Hannibal Hanschke
Outro beijo "europeísta", desta vez em Londres, junto ao Parlamento do Reino Unido, em Junho de 2016
Outro beijo "europeísta", desta vez em Londres, junto ao Parlamento do Reino Unido, em Junho de 2016 REUTERS/Dylan Martinez
Durante um protesto à margem da cimeira do G20 em Hamburgo, na Alemanha, em Julho de 2017
Durante um protesto à margem da cimeira do G20 em Hamburgo, na Alemanha, em Julho de 2017 REUTERS/Kai Pfaffenbach
Um abraço em mais um dia de protestos dos coletes amarelos em Bruxelas, em Dezembro de 2018
Um abraço em mais um dia de protestos dos coletes amarelos em Bruxelas, em Dezembro de 2018 REUTERS/Yves Herman
Um beijo contra a homofobia em Bogotá, Colômbia, num protesto em Abril de 2019
Um beijo contra a homofobia em Bogotá, Colômbia, num protesto em Abril de 2019 REUTERS/Luisa Gonzalez
Noivos atravessam um protesto no Líbano
Noivos atravessam um protesto no Líbano REUTERS/Alkis Konstantinidis
Coletes amarelos beijam-se em Bruxelas, em Maio de 2019
Coletes amarelos beijam-se em Bruxelas, em Maio de 2019 REUTERS/Yves Herman
Um casal protege-se de uma carga policial em Paris, em Julho de 2019
Um casal protege-se de uma carga policial em Paris, em Julho de 2019 REUTERS/Pascal Rossignol
Um casal beija-se perante uma barricada em chamas em Santiago do Chile, em Novembro de 2019
Um casal beija-se perante uma barricada em chamas em Santiago do Chile, em Novembro de 2019 REUTERS/Goran Tomasevic
Um abraço durante um protesto contra as alterações climáticas, em Outubro de 2019, em Londres
Um abraço durante um protesto contra as alterações climáticas, em Outubro de 2019, em Londres REUTERS/Henry Nicholls
Bolivianos radicados na Argentina durante um protesto contra Evo Morales em Buenos Aires
Bolivianos radicados na Argentina durante um protesto contra Evo Morales em Buenos Aires REUTERS/Agustin Marcarian
De mão dada num protesto no Chile, em Novembro de 2019
De mão dada num protesto no Chile, em Novembro de 2019 REUTERS/Jorge Silva
Intervalo para casar durante os protestos em Hong Kong, em Agosto de 2019
Intervalo para casar durante os protestos em Hong Kong, em Agosto de 2019 REUTERS/Kim Kyung-Hoon
Um casal durante os protestos anti-governamentais no Líbano, em Novembro de 2019
Um casal durante os protestos anti-governamentais no Líbano, em Novembro de 2019 REUTERS/Andres Martinez Casares
Um casal, acabado de sair do casamento, atravessa uma multidão que protesta contra o regime sudanês, em Maio de 2019
Um casal, acabado de sair do casamento, atravessa uma multidão que protesta contra o regime sudanês, em Maio de 2019 REUTERS/Umit Bektas
Um casal aproveita um banco de jardim que foi arremessado por manifestantes em Santiago do Chile, em Outubro de 2019
Um casal aproveita um banco de jardim que foi arremessado por manifestantes em Santiago do Chile, em Outubro de 2019 REUTERS/Ivan Alvarado