Os melhores bolos-reis de Portugal estão em Aveiro e Águeda

Dois concursos elegeram os melhores bolos-reis entre centenas de concorrentes. Os nomes de ouro: Flor de Aveiro e Trigal de Águeda. E há mais propostas vencedoras, entre bolos-rainha, escangalhados ou tranças de Natal.

,Bolo
Foto
DR

As festas aproximam-se e, como sempre, há uma importante decisão a tomar: onde comprar o melhor bolo-rei? Ora, dois concursos decorridos este mês, levados a cabo por entidades ligadas à gastronomia, elegeram os melhores bolos-reis do país. São de diferentes pastelarias, mas, por sinal, até relativamente próximas uma da outra.

No VIII Concurso Nacional de Bolo Rei Tradicional Português, organizado pelo Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA) em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal e que decorreu a 19 de Novembro, a distinção de “Melhor dos Melhores” foi para o bolo-rei da Padaria e Pastelaria Flor de Aveiro. Já no VII Concurso da Associação do Comércio e da Indústria de Panificação (ACIP), a 23 de Novembro, a vitória foi para o bolo-rei da Padaria e Pastelaria Trigal de Águeda, que ostenta agora a distinção “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”.

PÚBLICO -
Foto
Bolo-Rei da Padaria e Pastelaria da Flor de Aveiro, Aveiro. DR

O que distinguirá um do outro? Carina Cotafe, da Flor de Aveiro, confidenciou à FUGAS, que a receita usada “é bastante antiga, criada por Maria de Lurdes Borralho, uma das gerentes, e que ao longo dos anos foi sendo ajustada.” Afirma que aquilo que certamente distingue o bolo-rei tradicional desta pasteleira é a fruta: a sua “qualidade e quantidade”.

A matéria-prima é nacional e de “qualidade”, garante Carina, que acrescenta que o “bolo leva uma elevada quantidade de fruta e também uma grande variedade”. “Penso que seja isto que diferencia” este doce em formato redondo, com um grande buraco no centro, feito de massa fofa misturada com passas, frutos secos e fruta escorrida, conclui com orgulho. Na Padaria e Pastelaria Flor de Aveiro, o bolo-rei tem um custo de 19,50 euros ao quilo – e faz por encomenda bolos até seis quilos.

A Flor de Aveiro levou ainda deste concurso uma medalha de ouro pelo seu bolo-rainha e uma de bronze pelo seu bolo-rei escangalhado, onde todos os ingredientes estão amassados sob o recheio de doce de chila e de creme pasteleiro e frutos secos.

PÚBLICO -
Foto
O Bolo-Rei da Pastelaria e Padaria Trigal, Águeda. DR

Já a Pastelaria e Padaria Trigal levou o prémio de “Melhor dos Melhores” do Concurso ACIP – no qual participaram 250 bolos - para Águeda, usando uma receita que se mantém intacta há 25 anos. Todos os ingredientes, menos o caju, são nacionais. Joaquim Fonseca, que gere em conjunto com José Henrique Silva o estabelecimento, afirma que o segredo da distinção obtida está, possivelmente, “no processo de fabricação, que é feito com imensa quietude e cada passo é seguido ao pormenor.” Na Trigal só fazem por encomenda bolos-reis até um quilo e meio, constatando que “maior que isto já não fica igual ao original”. Um bolo-rei de quilo custa 12 euros.

Ambos os concursos foram dinamizados com o objectivo de “estimular a produção de qualidade”, “dar a conhecer os melhores produtos nas diferentes regiões do país”, “incentivar o seu consumo”, assim como “promover, dinamizar e dignificar o sector”.

Além dos bolos-reis vencedores, houve mais premiados e outras categorias a concurso, entre os melhores bolos-rainha, escangalhado ou, num dos concursos, da melhor trança de Natal.

PÚBLICO - Bolo-rainha: medalha de ouro para a Padaria e Pastelaria Afonso III de Lisboa
Bolo-rainha: medalha de ouro para a Padaria e Pastelaria Afonso III de Lisboa DR
PÚBLICO - Bolo-rainha: medalha de ouro para Flor de Aveiro
Bolo-rainha: medalha de ouro para Flor de Aveiro DR
PÚBLICO - Bolo-rainha: medalha de ouro para Panificadora Regional da Vermelha
Bolo-rainha: medalha de ouro para Panificadora Regional da Vermelha DR
PÚBLICO - Bolo-rei escangalhado: medalha de ouro para Padaria Modelo da Benedita
Bolo-rei escangalhado: medalha de ouro para Padaria Modelo da Benedita DR
Fotogaleria
DR

VIII Concurso Nacional de Bolo Rei Tradicional Português – CNEMA/Qualifica

Melhor dos Melhores e Medalha de Ouro​ (bolo-rei) – Flor de Aveiro 
Melhores bolos-reis: Nuno Pina, Benedita (medalha de prata); Briosa do Mondego, Coimbra (prata); Dias & Pereira Dos Santos, Tortosendo (bronze), Padaria e Pastelaria Afonso III de Lisboa (bronze)
Melhores bolos-rainha: medalhas de ouro para Padaria e Pastelaria Afonso III; Flor de Aveiro, Panificadora Regional da Vermelha 
Melhores bolos-reis escangalhados: Padaria Modelo da Benedita (medalha de ouro); Panificadora Regional da Vermelha (medalha de prata); Briosa do Mondego, Coimbra (medalha de prata); Flor de Aveiro (bronze)

PÚBLICO -
Foto
Os vencedores do concurso da ACIP DR

"Melhor Bolo-Rei de Portugal” - ACIP

Melhores bolos-reis: Trigal de Águeda (1.º lugar), Docealhada da Mealhada (2.º), Confeitaria A Lenda da Benedita (3.º)
Melhores bolos-rainha: Padaria Ferreira e Silva da Marinha Grande (1.º lugar), Atelier do Doce em Alfeizerão (2.º), Padaria Dias de Tortosendo (3.º)  
Melhores bolos-reis escangalhados: Padaria e Pastelaria Modelo da Benedita (1.º lugar), Meadagil em Antanhol (Coimbra, 2.º), Pastelaria Vida Nova de Casal Ribeiro (Ourém, 3.º)
Melhores tranças de Natal: Padaria Queen (S. João da Madeira, 1.º), Pastelaria Amorim & Rocha (Arouca, 2.º), Padaria e Pastelaria Brinca Doce (Coimbra, 3.º)
Inovação do ano: Pastelaria Latina de Aveiro (1.º), Confeitaria Tinoca (Amarante, 2.º), Pastelaria Arte e Tradição (Fundão, 3.º)