Transferências nos fundos de garantia de depósitos pesam 80 milhões no défice

Parte do Fundo de Garantia do Crédito Agrícola Mútuo vai ser devolvido ao Banco de Portugal, uma operação com um impacto imediato nas contas públicas negativo.

Foto
Rui Gaudencio

O Governo poderá ter de contar com um impacto negativo no saldo orçamental de cerca de 80 milhões de euros durante este ano ou no próximo, em resultado da decisão de reestruturação do Fundo de Garantia do Crédito Agrícola Mútuo (FGCAM), uma operação que pode ainda influenciar o valor dos dividendos a distribuir ao Estado pelo Banco de Portugal.