Herbert e Mahut também ganham na Taça Davis

Nuno Borges brilha no Maia Open, no terceiro torneio do Challenger Tour em Portugal.

Foto
Reuters/SERGIO PEREZ

A França teve de recorrer aos “mestres” Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut para se estrear nas Davis Cup Finals com uma vitória no Grupo A. A dupla francesa, recém campeã nas ATP Finals, venceu os japoneses Ben McLachlan e Yasutaka Uchiyama, por 6-7 (4/7), 6-4 e 7-5, mas viu interrompida a série de 18 sets ganhos, iniciada no Masters 1000 de Paris e continuada em Londres.

Antes, Jo-Wilfried Tsonga (29.º) dominou Uchiyama (81.º), por 6-2, 6-1, mas Gael Monfils (10.º) foi surpreendido por Yoshihito Nishioka (73.º), que assumiu o estatuto de líder da selecção devido à lesão de Kei Nishikori e derrotou o número um francês, por 7-5, 6-2.

No Grupo C, a Argentina bateu o Chile, por 3-0, graças às vitórias de Guido Pella, Diego Schwartzman – sobre, respectivamente, Nicolas Jarry e Cristian Garin – e do par Maximo Gonzalez/Leonardo Mayer.

No Grupo E, o cazaque Mikhail Kushkin venceu Botic Van de Zandschulp, mas o seu compatriota Alexander Bublik perdeu com Robin Haase. Juntos, deram a vitória ao Cazaquistão sobre a Holanda, ao derrotarem Haase e Jean-Julien Rojer, por 6-4, 7-6 (7/2).

No Complexo de Ténis da Maia, decorre o terceiro torneio do Challenger Tour disputado em solo português. Na terça-feira, Nuno Borges (616.º) assinalou o regresso a casa, derrotando Roberto Ortega-Olmedo (232.º), por 6-1, 7-6 (11/9).

“Estava muito ansioso, muito nervoso, especialmente na parte final do encontro. Este court, este clube, dizem-me muito”, afirmou o tenista maiato de 22 anos, após a sua primeira vitória num quadro principal de um challenger. Borges, que veio do circuito universitário dos EUA, defronta hoje o húngaro Attila Balazs (137.º), isento da ronda inicial por ser um dos 16 cabeças de série do Maia Open, o mesmo acontecendo a Pedro Sousa (146.º) e João Domingues (192.º).

O número três luso, Frederico Silva (191.º), desistiu de participar devido a uma lesão abdominal e em seu lugar entrou o lucky loser Fábio Coelho (1423.º) que, tal como os compatriotas Sousa e Domingues, estreia-se esta quarta-feira. Tiago Cação (621.º), Luís Faria (802.º), Francisco Cabral (1176.º) e João Monteiro (1915.º), regressado à competição após lesão no pulso, foram eliminados na primeira ronda.