Há uma prequela de Chinatown a caminho, com Robert Towne e David Fincher a escrever

O filme de 1974 vai dar origem a uma série Netflix centrada em Jake Gittes, a personagem interpretada por Jack Nicholson no original.

,Chinatown
Foto
Jack Nicholson e Faye Dunaway em Chinatown DR

Chinatown, o neo-noir de Roman Polanski lançado em 1974, vai ter direito a uma série de prequela no Netflix. A notícia foi dada pelo site Deadline e confirmada depois pela revista Variety. Por enquanto, só se confirma um episódio piloto, a ser escrito por David Fincher e Robert Towne, o argumentista do filme original que ganhou o único dos 11 Óscares para o qual fora nomeado. Ainda hoje, o guião de Towne, actualmente com 84 anos, é dado em aulas de escrita e usado como um dos mais notáveis exemplos de argumentos de Hollywood.

Passado na Los Angeles dos anos 1930, Chinatown parte da história verídica da forma corrupta como se conseguiu água para alimentar o crescimento da cidade e conta com Jack Nicholson no papel de Jake Gittes, detective privado contratado por uma mulher para investigar o seu marido, além de Faye Dunaway e John Huston. Tanto Nicholson quanto Dunaway foram nomeados para Óscares de representação.

Towne já tinha regressado a Gittes nos anos 1980, para escrever o atribulado The Two Jakes, sequela que acabou por sair em 1990, realizada e protagonizada por Nicholson, depois de anos de turbulência e disputa entre o argumentista e o recentemente falecido Robert Evans, o produtor do filme original. A ideia é que a série explore agora os inícios de carreira de um jovem Gittes.

David Fincher não lança um filme novo nos cinemas desde que Em Parte Incerta estreou em 2014. Tem-se ocupado, em vez disso, com a produção executiva e realização de episódios de projectos Netflix, de House of Cards Mindhunter, passando por Love, Death & Robots. O seu filme mais recente, produzido pela Netflix, ainda não tem data de estreia e é um projecto chamado Mank, que parte de um guião do defunto pai do realizador, Jack Fincher, que morreu em 2003. Tal como esta nova série, também envolve a primeira metade do século XX em Los Angeles. Com Gary Oldman no papel principal, é baseado numa história real e centra-se em Herman J. Mankiewicz, o jornalista transformado em argumentista, durante a escrita e produção de Citizen Kane - O Mundo a seus Pés, que lhe valeu um Óscar de Melhor Argumento dividido a meias com Orson Welles.