Maradona, uma história mexicana parte II

O documentário sobre a passagem de “El Pibe” no Dorados de Sinaloa já está disponível no serviço de streaming Netflix.

Diego Maradona
Foto
Maradona durante o primeiro treino com o Dorados de Sinaloa REUTERS/Henry Romero

Foi no México que Diego Armando Maradona confirmou a sua divindade. Em 1986, o mais famoso “10” de todos os tempos elevou-se ao estatuto de semideus enquanto empurrava a Argentina para o seu segundo título mundial. Mas Maradona é um deus imperfeito e tem sido imperfeito em muitas coisas na sua vida terrena. Maradona, por exemplo, nunca foi um treinador de muitos méritos, mas não tem deixado de tentar. E uma dessas experiências levou-o de volta ao México, desta vez a Sinaloa, terra do maior cartel de narcotráfico das Américas. Era como meter um diabético numa loja de doces, dirá alguém no primeiro episódio de Maradona no México, o documentário sobre as aventuras mexicanas de “El Pibe” e que já está disponível no serviço de streaming Netflix.