Equipas portuguesas vitoriosas na Liga Europeia de hóquei

Em jornada vitoriosa para as equipas portuguesas, também João Rodrigues esteve em destaque pelo Barcelona: o hoquista assinou dois golos frente ao Germania Herringen.

Imagem da final da passada edição da prova, entre Sporting e FC Porto
Foto
Imagem da final da passada edição da prova, entre Sporting e FC Porto LUSA/JOSE SENA GOULÃO

Sporting, campeão em título, FC Porto, finalista vencido, Benfica e Oliveirense venceram este sábado os respectivos jogos na segunda jornada da fase de grupos da Liga Europeia de hóquei em patins, concretizando o “pleno” português. As quatro equipas portuguesas em prova seguem em destaque na fase de grupos, uma vez que todas asseguraram a conquista dos seis pontos possíveis.

A tarefa mais difícil recaiu sobre o campeão europeu, uma vez que os “leões” visitaram o Dinan Quévert, no grupo A, vencendo por 2-1, com golos de Toni Pérez e Pedro Gil, com González-Ferrer a fazer o único tento dos franceses.

No mesmo grupo, o Reus foi perder a casa do Amatori Lodi, em Itália, por 3-2, entregando a liderança isolada à segunda jornada aos “verdes e brancos”.

O Benfica segue no comando do grupo C, depois de ir vencer por 7-2 a casa dos italianos do Sarzana, graças a tentos de Ordoñez e Nicolía, ambos por duas vezes, além de Casanovas, Chiquinho e Adroher, contra os tentos de Borsi e Moyano para a equipa da casa.

O FC Barcelona beneficiou, entre outros, de dois golos de João Rodrigues para bater o Germania Herringen (7-2), partilhando a liderança com as “águias”.

No grupo D, a Oliveirense foi a casa do Deportivo Liceo vencer por 4-1, numa exibição inspirada de Jordi Bargalló, que assinou dois golos, mas também Vítor Hugo e Marc Torra, enquanto Dava marcou para os locais.

Com este resultado, a equipa lusa, que ao intervalo já vencia por 2-0, segue no primeiro lugar, com o pleno de seis pontos, mais três do que o Liceo e mais quatro do que Saint Omer e Hockey Forte.

Antes, o FC Porto seguiu só com vitórias no grupo B, ao bater o Biasca por 12-1, aplicando a goleada da ronda à formação suíça, que já perdia por 8-0 ao intervalo.

O resultado dos “dragões” deve-se a dois hat-trick, de Poka e Di Benedetto, um “bis” de Gonçalo Alves e tentos de Giulio Cocco, Rafa, Hugo Santos e Sergi Miras, enquanto o tento dos suíços foi apontado por Pietro Giger.

Os “azuis e brancos” também lideram isolados o seu grupo, depois de um empate entre Noia e Monza (3-3) deixar ambas as equipas a dois pontos da frente.