Rosalía é a grande vencedora dos Grammy Latinos. Alejandro Sanz vence três prémios

A obra da cantora espanhola Rosalía foi “coroada” com cinco gramofones de ouro, entre os quais o prémio de “Álbum do ano” por El mal querer.

Rosalía
Fotogaleria
Rosalía LUSA/NINA PROMMER
,prêmio Grammy
Fotogaleria
Reuters/DANNY MOLOSHOK
Fotogaleria
A cantora espanhola Rosalía durante o discurso de agradecimento Reuters/STEVE MARCUS
,Prêmio Grammy Latino
Fotogaleria
Rosalía na passadeira vermelha dos Grammy Latinos LUSA/NINA PROMMER
Las Vegas
Fotogaleria
LUSA/NINA PROMMER
Fotogaleria
Alejandro Sanz ganhou três prémios LUSA/NINA PROMMER
Fotogaleria
El Guincho LUSA/NINA PROMMER
Fotogaleria
Kany Garcia Reuters/DANNY MOLOSHOK
Fotogaleria
Quaz LUSA/NINA PROMMER

A cantora, compositora e produtora musical espanhola Rosalía foi a grande vencedora dos Grammy Latinos, ao conquistar três prémios, um deles o “Álbum do ano” por El mal querer.

Rosalía arrecadou ainda “Melhor Álbum Vocal Pop Contemporâneo”, também com El mal querer e “Melhor Canção Urbana” com o tema Con altura (com J Balvin).

O álbum El mal querer, de resto, somou duas outras distinções, ainda que não directamente relacionadas com Rosalía: “Melhor design de embalagem” (Man Mourentan e Tamara Pérez) e “Melhor engenharia de gravação para um álbum” (El Guincho, Brian Hernández, Jaycen Joshua e Chris Athens).

No total, a obra de Rosalía foi “coroada” com cinco gramofones de ouro. “Estou em choque, é a última coisa que esperava, juro por Deus”, exclamou Rosalía na cerimónia de entrega de prémios que teve lugar em Las Vegas, nos Estados Unidos.

As actuações de Rosalía nos Grammy Latinos
Fotogaleria

Também com três prémios, o compatriota Alejandro Sanz conquistou o Grammy Latino de “Gravação do Ano” e “Melhor Canção Pop por Mi persona favorita (com Camila Cabello), bem como o “Melhor Vídeo da Versão Longa” por Lo que fui es lo que soy.

“Quero dedicar este Grammy Latino a todo o público que assistiu aos meus espectáculos. Eles são os que dão sentido a essa coisa que é a música”, disse.

Outros artistas em categorias consideradas importantes estiveram em destaque, casos de Juan Luis Guerra, Tony Succar, Pedro Capó, Kany García e Andrés Calamaro, cada um com dois Grammy Latinos.

“Para os nossos filhos, porque no final de contas sabemos que são eles que sofrem o maior sacrifício”, disse Capó quando recebeu o prémio “Canção do Ano” com o tema Calma.