PSD tem 105.976 militantes activos, mas ainda só 17.196 podem votar

Eleições directas realizam-se 11 de Janeiro de 2020 e quotas podem ser actualizadas até 22 de Dezembro.

Liderança de Rui Rio vai a votos a 11 de Janeiro
Foto
Liderança de Rui Rio vai a votos a 11 de Janeiro LUSA/PEDRO SARMENTO COSTASTR

O site do PSD disponibiliza informações – ao segundo sobre o número de militantes que têm as quotas em dia e que estão aptos a votar nas eleições directas de 11 de Janeiro. Às 10h da manhã desta quinta-feira, dos 105.976 militantes activos, apenas 17.196 tinham a quota válida no mês da eleição. É uma percentagem de 16,22%.

Na página também é possível saber quantas referências de pagamento foram já pedidas por SMS (10.780), o máximo diário de pedidos (1056) e a média por dia (106). O PSD disponibiliza ainda o total de processos aprovados através do sistema App mobile (aplicação de telemóvel): foram 1450.

Apesar de o Porto ser a distrital com mais militantes inscritos (16.287) é na área metropolitana de Lisboa que há mais filiados com as quotas em dia (3602). Segue-se o Porto (2979) e Braga (1464). Pelo contrário, é na secção Fora da Europa que há menos sociais-democratas com capacidade eleitoral activa - apenas um.

Dados referidos esta quinta-feira de manhã pela edição em papel do jornal Correio da Manhã (e recolhidos na quarta-feira) fixavam os votantes em 16.932, o que significa que o número cresceu durante a noite (há hoje mas 264 indivíduos com as quotas em dia).

As eleições directas no PSD estão marcadas para 11 de Janeiro de 2020, eventualmente seguidas de uma segunda volta a 18 de Janeiro. O 38º Congresso realiza-se em Viana do Castelo, a 7,8 e 9 de Fevereiro. Os militantes que quiserem votar neste acto eleitoral que, para já, opõe Rui Rio a Miguel Pinto Luz e a Luís Montenegro, pode pagar as quotas até 22 e Dezembro, mas o sistema encontrado para cobrar as “mensalidades” tem sido contestado internamente.