O novo anúncio britânico do Renault Clio é uma história de amor entre duas mulheres

O vídeo, que celebra 30 anos de Clio, é também uma forma da marca levar mais longe “a diversidade, inclusão e igualdade que pratica nos negócios”. O resultado foi viral.

Fotogaleria
"O Grupo Renault esforça-se globalmente pela diversidade, inclusão e igualdade nos negócios", afirma a empresa DR
,Carro
Fotogaleria
A nova campanha para o Clio, modelo lançado em 1990, percorre a evolução do bem-sucedido automóvel DR

A Renault britânica lançou um vídeo para comemorar os 30 anos do Clio, acompanhando a evolução do utilitário, campeão de vendas, com a de uma amizade transformada em amor entre duas mulheres. Uma história que acompanha também a evolução da sociedade, com vários desencontros e outros tantos reencontros, que enterneceu as redes sociais, tornando-se viral, e que faz parte da estratégia do grupo gaulês: “A história do grupo Renault é, acima de tudo, sobre as pessoas. O Grupo Renault esforça-se globalmente pela diversidade, inclusão e igualdade nos negócios e estamos orgulhosos de comemorar esses valores”, lê-se numa declaração oficial.

A nova campanha para o Clio, modelo lançado em 1990 e que está prestes a assinalar três décadas de produção contínua, foi criada pela Publicis•Poke, chama-se The French Exchange e percorre a evolução do bem-sucedido automóvel, ao mesmo tempo que acompanha a relação de duas pessoas, desde o encontro ainda em crianças, num campo de férias, passando pela idade jovem e a descoberta de sentimentos mais profundos, mas também pelo afastamento — uma é repreendida por um familiar; outra decide casar com um homem —, até ao reencontro final e à constituição de uma família. Tudo ao som do tema Wonderwall (lançado no (What's the Story) Morning Glory? e como single pelos Oasis, em 1995), adocicado pela voz da britânica Rahel Debebe-Dessalegne.

PÚBLICO -
DR

São 36 segundos que apelam à emoção e que têm obtido “uma reacção fantástica”, resumiu ao PÚBLICO o responsável de Comunicação da marca para os mercados do Reino Unido e Irlanda, Matthew Bendall. “Houve um grande número de menções nas redes sociais e várias peças tanto nos jornais como nas rádios”.

O anúncio, antes de chegar ao grande público, foi mostrado à Publicis Égalité, a rede do Publicis Groupe para profissionais e aliados LGBTQ+ e acabou por ser o resultado de algum trabalho de grupo e de troca de ideias entre todos, mas sempre na premissa multicultural que a marca diz defender: “Estamos convencidos de que a diversidade, em todas as suas formas, é fundamental para os nossos negócios. Portanto, promover a diversidade garante que cada pessoa seja apreciada num ambiente de confiança, independentemente da sua cultura, origem ou orientação sexual, podendo assim expressar todo o seu potencial”.