Londres

Será o “maior jardim vertical da Europa”: este hotel vai ter 400 mil plantas nas paredes

Em Londres, o terraço do Citicape House irá ainda oferecer um jardim público com flores silvestres em vias de extinção.

Arquitetura
Fotogaleria
Imagem de projecto DR/Sheppard Robson
Fotogaleria
Imagem de projecto DR/Sheppard Robson
Fotogaleria
Imagem de projecto DR/Sheppard Robson
Fotogaleria
Imagem de projecto DR/Sheppard Robson
Fotogaleria
Imagem de projecto DR/Sheppard Robson
Fotogaleria
Imagem de projecto DR/Sheppard Robson
Fotogaleria
Imagem de projecto DR/Sheppard Robson

Será um hotel realmente verde. Pela fachada e por todo o edifício deverão ser usadas mais de 400 mil plantas. O Citicape House Hotel, futuro hotel de cinco estrelas em Londres, planeia envolver todo o edifício e tornar-se um jardim vivo. 

Mais do que apenas um atractivo visual, a fachada verde tem por objectivo aumentar a biodiversidade daquela área da cidade e captar a poluição. O atelier de arquitectura Sheppard Robson, responsável pelo projecto, acredita que os edifícios podem desempenhar um papel fundamental no combate às alterações climáticas.

PÚBLICO - Uma imagem de projecto sem plantas
Uma imagem de projecto sem plantas DR/Sheppard Robson
PÚBLICO - A mesma imagem de projecto mas com o "efeito" plantas
A mesma imagem de projecto mas com o "efeito" plantas DR/Sheppard Robson
Fotogaleria
DR/Sheppard Robson

Ao integrar uma fachada verde com cerca de 3700 metros quadrados, o Citicape Hotel espera captar por ano oito toneladas de carbono e produzir seis toneladas de oxigénio. A temperatura local também deverá reduzir-se entre 3ºC a 5ºC, calculam.

Em comunicado, Dan Burr, sócio na Sheppard Robson, explica que mais do que ter um pedaço isolado de verde, quiseram criar uma “experiência imersiva” com impacto nas condições ambientais. Uma cidade melhor através de uma “clara afirmação arquitectónica” é o objectivo do projecto, garante o arquitecto.

PÚBLICO -
Foto
Detalhe de imagem do projecto da fachada DR/Sheppard Robson

O edifício, localizado junto ao Viaduto Holborn, albergará um hotel de cinco estrelas com 382 quartos, um bar panorâmico no décimo andar, spa, restaurante e um espaço para co-working e eventos.

De destacar é ainda o jardim público no terraço do edifício e a galeria de arte do 11.º piso. Além da vista panorâmica da cidade e da Catedral de São Paulo, os visitantes terão oportunidade de admirar flores silvestres em vias de extinção, que ali encontrarão espaço para florescer.

O projecto do Citicape House Hotel, do grupo Dominvs, um gigante da imobiliária e hotelaria, foi submetido à City of London Corporation (entidade responsável por aquela área da cidade) em Setembro deste ano, adianta o jornal London Evening Standard. Caso a resposta seja positiva, o hotel deverá estar concluído em 2024. Até lá, a maior “parede viva” do país pode ser admirada no Ashford Designer Outlet em Kent, considerada a “cidade-jardim” inglesa e localizada: foi oficialmente inaugurada na semana passada e a instalação inclui mais de 120 mil plantas.