Torne-se perito

Englobar rendas no IRS aproxima Portugal da Alemanha, França, Itália e Espanha

Com o possível englobamento dos rendimentos prediais, Portugal segue o padrão das principais economias da União Europeia. Falta conhecer desenho da medida e saber se avança já em 2020. Gabinete de Costa remete clarificação para o OE.

Foto
António Costa quer que as alterações ao englobamento no IRS sejam feitas “passo a passo” Daniel Rocha

Se o novo Governo de António Costa avançar com o englobamento dos rendimentos das rendas para que os ganhos dos senhorios sejam tributados no IRS de igual forma aos salários, Portugal passará a acompanhar parceiros europeus como a Alemanha, França, Itália e Espanha, onde os rendimentos prediais são tributados com englobamento através de taxas progressivas, mostra uma análise da consultora PwC para o PÚBLICO.