Mês de Outubro fecha com inflação nula

A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) foi de 0,0% em Outubro, uma subida de 0,1 pontos percentuais face ao mês anterior.

Transportes continuam a pressionar preços.
Foto
Transportes continuam a pressionar preços. Ines Fernandes / Publico

“A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) foi 0,0% em Outubro de 2019, taxa superior em 0,1 pontos percentuais (p.p.) à registada no mês anterior”, revelou esta quarta-feira o Instituto Português de Estatística (INE). Já o indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) registou uma variação homóloga de 0,3%, valor superior em 0,1 p.p. ao registado em Setembro”, acrescentou a mesma entidade.

No que diz respeito à variação mensal do IPC, esta “foi nula (1,1% no mês precedente e -0,1% em outubro de 2018)”, enquanto a “variação média dos últimos doze meses foi 0,4%, taxa inferior em 0,1 p.p. à registada no mês anterior”.

“O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de -0,1%, taxa superior em 0,2 p.p. à do mês anterior e inferior em 0,8 p.p. à estimativa do Eurostat para a área do Euro (no mês anterior, esta diferença foi 1,1 p.p.)”, completou o INE, acrescentando que o IHPC registou uma variação mensal de -0,4% (1,4% no mês anterior e -0,5% em Outubro de 2018) e uma variação média dos últimos doze meses de 0,4% (valor inferior em 0,1 p.p. ao registado em Setembro).

Na nota divulgada esta quarta-feira, o INE destaca “os aumentos da taxa de variação homóloga das classes do Lazer, recreação e cultura e dos restaurantes e hotéis (classe 11) com -0,1% e 0,6%, respectivamente (-1,4% e -0,6% no mês anterior)”. “Em sentido oposto, assinalam-se as reduções das taxas de variação homóloga das classes da Educação, em consequência da redução do valor máximo das propinas das licenciaturas no ensino superior público, e dos Transportes, com uma variação de -0,4% e -0,5%, respectivamente (1,4% e 0,3% em Setembro)”, conclui.