Tim Crouch aos comandos da manipulação no teatro

Nove anos depois de ter trazido The Author a Lisboa, o autor inglês regressa ao renovado Teatro do Bairro Alto para Total Immediate..., uma nova experiência teatral que impõe as suas regras e testa a submissão.

,Teatro Royal Court
Fotogaleria
Dispostos em círculo à volta dos actores, os espectadores são convidados, a partir de determinado momento do espectáculo, a ler algumas passagens. Eoin Carey
,Teatro Royal Court
Fotogaleria
"A ficção, aqui, é suportada não pelos actores, mas pelos espectadores", explica Tim Crouch Eoin Carey
,Salvação terrestre iminente coletiva imediata total
Fotogaleria
Tim Crouch estava interessado em escrever sobre religião, complacência e submissão, sobre a forma como “as pessoas se entregam ou se perdem em crenças religiosas e políticas” Eoin Carey

Na fase inicial da escrita da peça Total Immediate Collective Imminent Terrestrial Salvation, o autor inglês Tim Crouch andou pelas ruas questionando Testemunhas de Jeová. Estava interessado em escrever sobre religião, complacência e submissão, sobre a forma como “as pessoas se entregam ou se perdem em crenças religiosas e políticas”, descreve ao PÚBLICO. E acerca da escassa necessidade de prova material para aceitar a palavra dos seus líderes. Às testemunhas de Jeová, Crouch perguntava, assumidamente fascinado, se acreditavam genuinamente no fim do mundo, como é que será esse momento e que aspecto terá. Obtendo respostas distintas, ouviu milhentas explicações, como “os avanços do capitalismo ou o crescimento da homossexualidade”, tentando justificar a falência do planeta.

Sugerir correcção
Comentar