Edifício histórico do Jornal de Notícias vai ser hotel de luxo da Marriott

O novo hotel será parte da Autograph Collection by Marriott e já se conhece o nome: vai chamar-se Hotel Journal, para honrar a tradição do espaço e perpetuar a imagem do edifício histórico do Porto.

Foto
Luis Efigénio / nFACTOS

Já é conhecido o destino do edifício histórico do Jornal de Notícias (JN), vendido no início de 2019: vai transformar-se num hotel do grupo Marriott. O acordo para a construção do hotel será assinado nesta terça-feira, revelou o empresário macaense Kevin Ho, à agência noticiosa de Macau.

“É um investimento entre 35 a 40 milhões de euros por este hotel com 213 quartos”, disse Kevin Ho cuja empresa, KNJ, já detém 30% da Global Media. 

O novo hotel será um Autograph Collection by Marriott e já se conhece o nome: vai chamar-se Hotel Journal, para honrar a tradição do espaço e perpetuar a imagem do edifício histórico do Porto.

PÚBLICO -
Foto

“O turismo não é a única coisa que floresce em Portugal, é toda a economia, é um dos locais mais inovadoras da Europa. O país vai estar ainda melhor no futuro”, disse Ho à agência noticiosa macaense.

Também está previsto o investimento num projecto residencial na zona da Foz, na Torre Miramar. Há ainda “outros projectos” na forja, não especificados, que irão “criar cerca de 1500 empregos nos próximos cinco anos”, disse Ho.

O edifício do JN terá custado quase dez milhões de euros ao grupo macaense Authentic Empathy que, de acordo com a Sábado, é gerido por Lei Ka Kei e David Siu, gerentes da Burgosublime, cuja empresa-mãe é a sucursal portuguesa da KNJ. 

O edifício do JN data dos anos 60 e é composto por 17 pisos. A redacção do jornal vai agora mudar-se para o edifício que o grupo adquiriu na Rua de Latino Coelho, também no Porto. Contactada pelo PÚBLICO, Ivete Carneiro, delegada sindical do JN afirma que a redacção do jornal ainda não conhece as datas da mudança e que ainda é “preciso adaptar o novo espaço” às novas funções.

Em 2018 também o edifício de outro jornal da Global Media foi vendido: a sede do Diário de Notícias. Os planos para o edifício incluem um condomínio de apartamentos de luxo.