Claudia Schiffer e Bordallo Pinheiro anunciam uma colecção em parceria

Ainda não há data marcada para a divulgação das obras, mas tanto a marca portuguesa como a modelo alemã dizem que o público pode esperar novidades para “breve”.

Foto
Instagram Bordallo Pinheiro

A Bordallo Pinheiro e Claudia Schiffer anunciaram esta terça-feira que estão a desenvolver uma colecção em conjunto. Tanto a modelo como a marca portuguesa fizeram questão de divulgar a notícia através das redes sociais.

“Estou muito entusiasmada em poder anunciar que a minha colaboração com a Bordallo Pinheiro que estará disponível no próximo ano. Tem sido muito divertido partilhar ideias com a equipa. Mais em breve”, escreveu Schiffer no Instagram. Noutra publicação, em Setembro deste ano, a modelo alemã já deixava antever uma possível confirmação (não oficial) ao divulgar uma fotografia em que aparece com algumas peças de cerâmica da marca portuguesa e onde escreve “algumas das minhas coisas preferidas”.

Por sua vez, na mesma plataforma, a Bordallo Pinheiro (que em Setembro partilhou a foto da artistas e das peças) escreve que "é com enorme entusiasmo” que partilha a “novidade”. “Claudia Schiffer, ícone da moda à escala global, irá lançar em exclusivo no próximo ano, uma colecção em parceria com a Bordallo Pinheiro. Fiquem atentos!”, refere a marca no Instagram.

A Fábrica de Faianças Artísticas Bordallo Pinheiro foi fundada em 1884, nas Caldas da Rainha, inicialmente com a designação “Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha”. Há mais de 100 anos que a marca é responsável pela concepção de peças em cerâmica que são utilitárias e/ou decorativas e que acabaram por se uma referência artística a nível mundial. Após a morte de Rafael Bordalo Pinheiro, o seu filho, Manuel Gustavo (que também tem algumas das suas criações expostas na rota bordaliana) prosseguiu a obra do pai, mas foi a intervenção de um grupo de empresários caldenses, em conjunto com os próprios operários, que, em 1920, salvou a fábrica da falência.

A marca portuguesa inaugurou este ano duas lojas em Paris, uma na Boulevard Saint Germain (um investimento de 200 mil euros), e a segunda na zona de Les Marais, e ultrapassou em 2018 os sete milhões de euros de facturação. Na altura, Nuno Barra, administrador do grupo Vista Alegre, da qual a marca faz parte, referiu que o “objectivo da abertura de novas lojas era “levar a Bordallo Pinheiro para um patamar de marca global”, objectivo que pode estar também associado à parceria agora anunciada com a modelo de 49 anos.