Opinião

Os curdos à procura do lado certo da história

Nunca saberemos de que lado estará a razão. A procura de culpados vai depender das preferências do analista, contudo uma coisa parece certa, o PKK não conseguiu conter as suas aspirações independentistas em face das provocações de Ancara.

O mês de outubro de 2019 poderá ficar para a história não só como aquele que assistiu ao fim de nove anos de perseguição ao homem mais procurado do mundo, mas também como o momento que imprimiu uma nova dinâmica à geopolítica do Médio Oriente, a qual, entre outros aspetos, voltou a colocar os curdos do lado errado da história.