Torne-se perito

Crise económica em Hong Kong não assusta produtores portugueses

Apesar de o território ter mergulhado na recessão devido aos protestos pró-democracia, duas dezenas de produtores de vinho apostam na feira de Hong Kong como porta de entrada na Ásia.

,Copo de vinho
Foto
Lara Jacinto / NFACTOS

Quem não ler as notícias pode andar por Hong Kong sem se aperceber dos protestos pró-democracia que duram há cinco meses e têm desestabilizado a região. No aeroporto e na zona do Centro de Convenções e Exposições, onde decorreu entre quinta-feira e este sábado a 12ª edição da Feira Internacional de Vinho e Espirituosos de Hong Kong, a vida parece decorrer com a maior normalidade.