Jerónimo pede a jovens da JCP que não desanimem com “retrocessos eleitorais”

“É possível crescer”, afirmou o líder comunista.

Jerónimo de Sousa
Foto
LUSA/MIGUEL A. LOPES

O líder do PCP pediu hoje aos jovens da Juventude Comunista que não desanimem com os “retrocessos eleitorais”, como o das eleições de Outubro, que continuem a acreditar no ideal comunista, e que “é possível crescer”.

“Sois de uma geração que não estava habituada a retrocessos eleitorais. Aprendam, camaradas, na nossa vida, o sentido desta expressão - as vitórias não nos descansam e as derrotas não nos desanimam”, afirmou Jerónimo de Sousa, num jantar-comício para assinalar os 40 anos da Juventude Comunista Portuguesa (JCP), na Escola Gil Vicente, em Lisboa.

Ao contrário do que “alguns gostariam”, que os comunistas se voltassem “para dentro a carpir mágoas”, o secretário-geral do PCP apontou o caminho de “continuar para além das eleições, para além da acção quotidiana, continuar a acreditar que é possível uma vida melhor, que é possível crescer e avançar”.

Perante algumas centenas de militantes da JCP, fez outro apelo: “Mantenham o vosso ideal, porque enquanto ele for transportado no coração e no pensamento de milhares, de milhões de seres humanos, então esse ideal vai continuar vivo apesar das condições difíceis.”