Entrevista

Danny Glover: “Não me lembro de outro tempo com tanta desigualdade”

É actor e conhecido por filmes como A Cor Púrpura, mas também se destacou ao longo dos anos pelo desempenho político fora dos ecrãs. O americano Danny Glover esteve no Fórum do Futuro, no Porto, e falámos com ele.

Foto
Jose Caldeira

Actor, produtor, activista pelos direitos humanos, embaixador da UNICEF, membro do Fórum TransAfrica, apoiante do candidato democrata norte-americano Bernie Sanders, figura central na reparação das injustiças perpetradas pelo racismo e colonialismo ao longo da história, o americano Danny Glover foi um dos destaques dos últimos dias no Fórum do Futuro, no Porto, que teve início no domingo e se prolonga até sábado. Protagonista de séries de TV e filmes como Arma Mortífera, Ensaio Sobre a Cegueira, Mandela, Silverado ou A Cor Púrpura é, aos 73 anos, um dos actores mais conhecidos da sua geração, mas nos últimos tempos tem sido até mais notícia como produtor e, principalmente, activista, tendo discursado em Junho no Congresso americano, defendendo que é imprescindível instituir compensações pela escravatura e colonialismo.