Ida, Pauline e Lina

A morte de Robert Evans, Ida Lupino na Cinemateca, Pauline Kael no Doc e como isso leva a Lina Wertmüller.

Foto
Oliver Morris/Getty Images

Em Feelin’ Kinda Patton, o primeiro álbum de stand-up de Patton Oswalt, o cómico referia-se a Robert Evans, o produtor que morreu no dia 28 de Outubro, como “Cokey McSnortfuck from Beverly Hills” para falar da bizarria que foi, no início dos anos 2000, terem posto Evans a fazer anúncios para o canal desportivo NFL Network. Penso sempre nesse nome, que se refere à quantidade colossal de cocaína que Evans terá consumido ao longo da vida, quando me lembro de Evans, e foi justamente essa faixa que fui ouvir a propósito de ter descoberto que Evans tinha morrido.