Maioria dos médicos reformados a trabalhar no SNS está nos centros de saúde

Medida existe desde 2010 e tem ajudado sobretudo a dar um médico de família aos portugueses. Em Setembro o número de médicos aposentados no SNS era inferior ao registado em Dezembro de 2018: estavam 232 no activo.

Foto
Rui Gaudêncio

Nas últimas semanas multiplicaram-se, em Diário da República, o número de autorizações dadas pelo Ministério da Saúde para a contratação de médicos reformados, quer a tempo parcial como completo. A medida, que existe desde 2010, tem conseguido atrair sobretudo médicos de família. No ano passado eram 149 do total dos 252 clínicos aposentados que estavam então no activo.