Discussão sobre refiliação de Manuel Monteiro no CDS sobe de tom

Diogo Feio saiu em defesa do adiamento da concretização da inscrição do ex-líder.

Foto
PBC PEDRO CUNHA

Depois de uma demissão no conselho de jurisdição e de o próprio Manuel Monteiro ter questionado o motivo de ainda não ter sido refiliado no CDS, o dirigente nacional Diogo Feio veio sair em defesa da decisão da direcção do partido de remeter para a futura equipa a aceitação da nova inscrição do ex-líder. A posição já foi criticada por José Ribeiro e Castro, antigo líder do partido, e por Abel Matos Santos, porta-voz da Tendência Esperança em Movimento (TEM).