O Alentejo volta a receber o maior festival de balonismo de Portugal

São 40 equipas de vários países e todos podem voar, com os donativos a serem destinados aos bombeiros locais. O Festival Internacional de Balões de Ar Quente voa pelo distrito de Portalegre de 11 a 17 de Novembro.

Fotogaleria
DR/Festival Internacional Balões de Ar Quente
Fotogaleria
DR/Festival Internacional Balões de Ar Quente
Fotogaleria
DR/Festival Internacional Balões de Ar Quente
Fotogaleria
DR/Festival Internacional Balões de Ar Quente
,Balão
Fotogaleria
DR/Festival Internacional Balões de Ar Quente
Fotogaleria
DR/Festival Internacional Balões de Ar Quente
Fotogaleria
DR/Festival Internacional Balões de Ar Quente

Depois do festival de balonismo de Coruche, agora chega a vez dos céus alentejanos se encherem de grandes balões. É já a 23.ª edição do Festival Internacional de Balões de Ar Quente, marcada para decorrer entre os dias 11 e 17 de Novembro nos concelhos de Fronteira, Avis, Campo Maior, Monforte e Ponte de Sor, no distrito de Portalegre.

Naquele que é o maior festival de balões de ar quente realizado em Portugal, como apontam os promotores, participam 40 equipas de vários países europeus e da América do Sul.

Promovido pela empresa Publibalão, com a colaboração do Alentejo sem Fronteiras – Clube de Balonismo, o festival realça o Alentejo como "a área de excelência para voarmos em Portugal". “É onde temos melhores campos de aterragem e descolagem e não interferimos com outras actividades aeronáuticas em Portugal, é um espaço aéreo livre”, disse à agência Lusa Maria Inês Soares, da organização.

Este ano, o evento vai contar com a participação de equipas de Portugal, Espanha, França, Holanda, Bélgica, Luxemburgo e Argentina.

“Temos pilotos que mantém a tradição de participar desde as primeiras edições, nunca deixaram de vir, mas temos sempre novos pilotos que querem participar. Este ano, pelo menos, vamos ter seis novas equipas”, disse.

Além de realizar voos cativos, o festival tem para oferecer, diariamente, voos livres (as habituais viagens de balão), mediante a aquisição de uma pulseira. Durante o Festival Internacional Balões de Ar Quente, os voos vão estar associados a campanhas solidárias a favor dos bombeiros dos concelhos aderentes, podendo os interessados, mediante um donativo base de 50 euros, inscreverem-se através da página de Facebook do festival.

Além dos voos cativos e livres, o festival vai contar com um Night Glow, em Ponte de Sor, associado às comemorações dos 101 anos da aviação nesta cidade alentejana: é um espectáculo nocturno, em que os pilotos preparam os seus balões como se fossem descolar, no entanto ficam presos a alguns metros do chão, onde as chamas libertadas intercaladamente pelos queimadores criam um espectáculo visual.

O Festival Internacional de Balões de Ar Quente, o maior e mais antigo do género em Portugal, conta com raízes no distrito de Portalegre, tendo servido de base para a abertura, em 2012, da primeira escola do país para pilotos de balões de ar quente, em Fronteira. 

Sugerir correcção