Semana começa com chuva por todo o país e aviso amarelo de agitação marítima

Chuva continuará esta semana, sobretudo na região Norte e Centro. A agitação marítima deixa dez distritos de Portugal continental em aviso amarelo.

Chuva
Foto
A chuva veio para ficar na região Norte e Centro Paulo Pimenta

A semana começa com chuva por todo o país (à excepção da Madeira): nesta segunda-feira, há chuva e aguaceiros por todo o país, podendo haver neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela a partir do final da tarde, diz o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) no seu site. Os aguaceiros continuarão na terça, na quarta e na quinta-feira, sobretudo nas regiões Norte e Centro. Na quinta-feira, a chuva regressará ao Sul do país e será uma constante na região Norte durante os dias seguintes.

Na segunda-feira, o céu estará muito nublado por todo o país, havendo possibilidade de trovoada no final do dia no litoral Norte e Centro. Há ainda previsão de vento forte nas terras altas e de “agitação marítima forte” na costa ocidental, o que deixa os distritos de Braga, Viana do Castelo, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro sob aviso amarelo devido à agitação marítima (em vigor até às 6h de quinta-feira).

PÚBLICO -
Aumentar

Quanto às temperaturas, registar-se-á uma pequena descida da temperatura mínima nesta segunda-feira.  Em Lisboa, a temperatura máxima é de 20 graus Celsius (tal como em Setúbal e Évora), e a mínima é de 15ºC. No Porto, a temperatura máxima para esta segunda-feira é de 17ºC (assim como em Coimbra, Braga, Castelo Branco e Viana do Castelo) e a mínima é de 13ºC. Nos distritos mais a Sul, a máxima é de 21ºC.

PÚBLICO -
Aumentar

Na terça-feira, o Porto registará uma temperatura máxima de 17 graus Celsius (acontecendo o mesmo em Braga, Viana do Castelo, Aveiro, Coimbra e Beja), havendo mínimas a oscilar entre os 5ºC (na Guarda) e os 14ºC (em Lisboa, Sines e Sagres). Em Lisboa, a temperatura máxima é de 19ºC, tal como em Santarém e Setúbal. Ao longo da semana, tanto as temperaturas máximas como mínimas deverão baixar.

Esta chuva dos próximos dias já não está relacionada com a depressão Amelie – cuja passagem influenciou o tempo em Portugal no sábado –, que já está no Norte de França, diz fonte do IPMA ao PÚBLICO. A agitação marítima forte poderá ainda ser um resquício da passagem desta depressão, aliado ao aumento do vento.