Um homem com uma máscara facial guia uma bicicleta em Nova Deli, a 28 de Outubro
Foto
Um homem com uma máscara facial guia uma bicicleta em Nova Deli, a 28 de Outubro Adnan Abidi/Reuters

Três apps que tornam a poluição atmosférica “visível”

Estas aplicações querem pôr-te a verificar a qualidade do ar da mesma forma que vês a meteorologia antes de saíres de casa.

A qualidade do ar em Nova Deli não é grave — é uma emergência. Mais uma vez, a poluição na capital indiana atingiu níveis “insuportáveis” e transformou a cidade de 20 milhões de habitantes numa “câmara de gás”, reconheceu o chefe do governo da cidade, Arvind Kejriwal.

A poluição do ar foi, em 2017, a quinta principal causa de morte prematura em todo o mundo: 4,9 milhões. Em Portugal, em 2016, terão morrido prematuramente 4900 pessoas, maioritariamente devido a concentrações elevadas das PM2,5 (partículas finas de matéria com um diâmetro inferior a 2,5 micrómetros), estima a Agência Europeia do Ambiente num relatório divulgado em Outubro. Os países em desenvolvimento são os mais afectados, mas os casos mais graves continuam a ser China, Índia e Paquistão, mostra um estudo sobre a qualidade do ar de 2017 divulgado na quarta-feira pela plataforma State of Global Air.

Esta semana, Deli acordou envolta numa “nuvem densa de smog", mas nem sempre a poluição atmosférica é visível. Deixamos-te três aplicações para verificares a qualidade do ar da mesma forma que vês a meteorologia antes de sair de casa. 

QualAr

A avaliação da qualidade do ar em Portugal é feita por estações de monitorização de qualidade do ar geridas pelas Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) e Direcções Regionais do Ambiente dos Açores e Madeira (DRA). A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) disponibiliza as previsões no seu site e na app QualAr, disponível para iOS e Android. Os centros de Lisboa, Porto e Braga são as zonas do país onde a poluição é maior, com os limites máximos dos valores de partículas e dióxido de azoto, os principais poluentes associados tráfego rodoviário, a serem ultrapassados várias vezes.

AirVisual 

Esta app mostra, em tempo real, os índices de concentrações de PM2.5, PM10, ozono e dióxido de nitrogénio e prevê o nível de poluição durante o resto do dia, tal como um boletim meteorológico. É possível receber alertas e relatórios que aconselham as melhores alturas do dia para realizar actividades no exterior com menor exposição à poluição. Para fazer isto, a aplicação combina dados de agências governamentais (em Portugal usa os dados da APA), crowdsourcing e imagens de satélite. A aplicação gratuita cobre mais de dez mil localizações e está disponível para iOS e Android.

Sh**t! I Smoke

O índice desta app, criada por um francês e um brasileiro, transforma a informação numa pergunta: quantos cigarros estás a fumar (passivamente) ao respirar na tua cidade? A resposta é dada através de um modelo matemático que converte as PM2.5 registadas em estações de qualidade do ar no número de cigarros. A app mostra que uma pessoa em Paris pode inalar entre três a seis cigarros por dia, valor que poderá atingir um maço se viajar até Nova Deli. Experimenta aqui, para iOS ou aqui, para Android