Entrevista

Sônia Guajajara: A voz dos indígenas vai fazer-se ouvir no Fórum do Futuro

É uma das vozes mais respeitadas entre os indígenas brasileiros que lutam pela sustentação ambiental da Amazónia. Sônia Guajajara irá estar no Porto, na segunda-feira, no Fórum do Futuro que tem início este domingo, prolongando-se até ao próximo sábado.

Foto
Sônia Guajajara é líder da Associação Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, foi a primeira mulher índia candidata a vice-presidente da república e tem voz no conselho dos direitos humanos da ONU DR

É líder da Associação Articulação dos Povos Indígenas do Brasil e, o ano passado, foi pré-candidata a vice-presidente da república, ao lado de Guilherme Boulos, líder do MTST, tornando-se na primeira mulher indígena a fazê-lo. Tem voz no conselho dos direitos humanos da ONU e já levou denúncias às conferências mundial do clima (COP) e ao parlamento europeu. No seu horizonte está a utilização sustentável dos territórios. É uma das vozes mais críticas das políticas para a Amazónia e, na segunda-feira, vai estar no Porto, no âmbito do Fórum do Futuro, que decorre de 3 a 9 de Novembro, para conversar com o artista Ernesto Neto sobre a luta pelo território e as políticas de Bolsonaro para o ambiente.