Portugal teve a quinta maior taxa de assaltos da UE em 2017

Na União Europeia, em 2017, as autoridades deram nota de 396 mil assaltos. Em Portugal, o número tem vindo a descer, caindo quase para metade desde 2008.

Foto
Francisco Romao Pereira

Portugal registou, em 2017, a quinta maior taxa de assaltos participados às forças policiais (115 por 100 mil habitantes) na União Europeia (UE), segundo dados esta quinta-feira divulgados pelo Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico da UE, naquele ano, a Bélgica (167 por 100 mil habitantes), a França (150), a Espanha (144), Inglaterra e País de Gales (parte do Reino Unido, 132) e Portugal (115) apresentaram as mais altas taxas de assaltos registados pela polícia. Portugal está entre os países que registaram um decréscimo: aliás, o número caiu quase para metade desde 2008, de 20.854 para 11.885

No outro extremo da tabela ficaram a Roménia (16 por 100 mil habitantes), a Estónia e a República Checa (15 cada), Chipre (14, Eslovénia (12), Eslováquia e Hungria (9 cada).

Na UE, durante aquele ano, as autoridades deram nota de 396 mil assaltos. Ainda assim, os assaltos desceram 24% entre 2011 e 2017. Recorde-se que assalto é roubo com uso de força.

Sugerir correcção