Portugueses não poupavam tão pouco desde 1961

No Dia Mundial da Poupança, dados actualizados da Pordata dão conta de um peso da poupança no rendimento disponível a um valor como não se via desde o início da década de 60. Já o consumo privado continua a crescer.

Banco
Foto
Andreia Patriarca

As poupanças dos portugueses estão no valor mais baixo desde 1961. E o consumo privado dos residentes em Portugal atingiu valores históricos em 2018. São estas duas das conclusões da Pordata, reveladas esta quinta-feira, 31 de Outubro, Dia Mundial da Poupança.