União Europeia

“E se o seu filho namorasse uma pessoa do mesmo sexo?” 42% dos portugueses assumem desconforto

Portugueses não se incomodam de trabalhar com membros de minorias ou de grupos discriminados, mas têm menor tolerância face a relações amorosas com familiares seus. Os dados do mais recente Eurobarómetro revelam contudo que as atitudes dos europeus melhoraram desde 2015.