Torne-se perito

Porta-voz do Daesh morto na Síria em operação conjunta dos EUA e dos curdos

Trump diz que foi morto o “provável” sucessor de Baghdadi, mas não adiantou nome.

,Abul-Hasan al-Muhajir
Foto
O porta-voz do Daesh, Abul-Hasan al-Muhajir, à direita DR

O Presidente dos Estados Unidos disse esta terça-feira que soldados americanos na Síria mataram o “mais provável sucessor” de Abu Bakr al-Baghdadi na liderança do Daesh. Donald Trump não mencionou nomes.

“Acabo de confirmar que o primeiro dos substitutos de Abu Bakr al-Baghdadi foi morto pelas tropas americanas”, escreveu Trump no Twitter. “Era o mais provável sucessor para a chefia”.

Na segunda-feira à noite, os EUA confirmaram a morte de Abul-Hasan al-Muhajir, o porta-voz do Daesh,​ numa operação distinta da que levou à morte de Baghdadi.  E a milícia curda no Norte da Síria Unidades de Protecção do Povo (YPG) disse que se tratou de uma operação conjunta com os americanos. 

Porém, o sucessor designado por Baghdadi não é Muhajir, mas sim Al-Haj Abdullah Qardash, também conhecido por “Professor” e “Destuidor”. 

Sugerir correcção