Portugal terá mais 57 mil milionários até 2024, segundo o Crédit Suisse

Número de milionários a residir em Portugal deverá subir de 117 mil para 174 mil, um crescimento de 49% segundo as contas do banco internacional.

Valorização das casas cria novos milionários em Portugal.
Foto
Valorização das casas cria novos milionários em Portugal. Nuno Ferreira Santos

O relatório global riqueza, publicado pelo Credit Suisse Research Institute, tem novidades surpreendentes relativamente à distribuição da riqueza em Portugal. É que as estimativas desta instituição apontam para um forte crescimento do número de milionários a residir em Portugal, que passarão dos actuais 117 mil para 174 mil, até 2024. Em causa estão pessoas com mais de um milhão de dólares de riqueza, o que corresponde a cerca de 900 mil euros.

O crescimento esperado, que é de 49% (equivalente a mais 57 mil milionários) atira Portugal para o topo de países com maior taxa de crescimento relativo, apenas superado pela Polónia (74%), Japão (71%), e China (55%).

De acordo com o Global Wealth Report, a forte valorização dos activos imobiliários, nomeadamente as casas, explica parte do crescimento de milionários em Portugal. O mercado imobiliário tem valorizado praticamente em todo mundo, e Portugal, juntamente com a Colômbia, a Hungria e as Filipinas, está no grupo que tem registado um crescimento “robusto”, entre os 10% e os 13%.

A nível mundial, e de acordo com o mesmo relatório, a riqueza cresceu 2,6% em 2018, para 360 biliões de dólares (milhões de milhões). Os Estados Unidos da América (EUA), a China e a Europa contribuíram mais para o crescimento da riqueza global.

Com base nos dados disponíveis até à primeira metade do corrente ano, a instituição financeira suíça estima que existam 46,8 milhões de milionários em todo o mundo, mais 1,1 milhões que em 2018.

Artigo e titulo corrigidos às 13h22