Morata entrou para salvar Atlético do empate

“Colchoneros” triunfam sobre o Bayer Leverkusen na Liga dos Campeões. Shakhtar de Luís Castro esteve a ganhar e a perder, mas acabou por empatar com o Dínamo.

Morata salvou a equipa de Simeone do empate
Foto
Morata salvou a equipa de Simeone do empate Reuters/SUSANA VERA

Álvaro Morata só precisou de oito minutos para salvar o Atlético Madrid de perder pontos na recepção ao Bayer Leverkusen, em jogo a contar para a terceira jornada do Grupo D da Liga dos Campeões. Foi do internacional espanhol o golo que deu o triunfo frente à formação germânica por 1-0 e que deixou os “colchoneros” bem posicionados para garantir um dos dois lugares de apuramento.

Num jogo que foi dirigido por Artur Soares Dias, o Atlético, sem João Félix (lesionado), mostrou-se bastante desinspirado, mas Diego Simeone foi buscar ao banco o desbloqueador. Morata entrou aos 70’ e, aos 78’, fez de cabeça o único golo após um cruzamento teleguiado de Lodi.

Este triunfo pela margem mínima deixa, para já o Atlético no comando do agrupamento, com sete pontos, enquanto o Bayer Leverkusen só tem derrotas em três jornadas disputadas.

Em Kharkiv, o Shakthar Donetsk, de Luís Castro, teve de se contentar com um empate (2-2) na recepção em casa emprestada ao Dínamo Zagreb, em jogo a contar para o Grupo C. Konoplyanka colocou a formação ucraniana em vantagem aos 17’, mas o espanhol Dani Olmo nivelou o resultado para os croatas aos 25’. Orsic, de penálti, colocou o Dínamo na frente aos 60’, com Dodo a fazer o empate aos 75’.

Com três jogos, Shakthar e Dínamo seguem empatados com quatro pontos, ambos atrás do líder Manchester City, que tem seis em dois jogos.