Ezra Collective e Kindness no festival ID No Limits

A 3 e 4 de Abril do próximo ano o festival ID No Limits volta ao Estoril. Confirmadas estão já as presenças de Ezra Collective, Kindness, Rejjie Snow ou Moses Boyd.

Foto
Os londrinos Ezra Collective

Em Abril do próximo ano, o festival ID No Limits volta a tomar conta do Centro de Congressos do Estoril, tendo sido confirmados esta terça-feira os primeiros nomes do cartaz. São eles Rejjie Snow, Kindness, Ezra Collective, Moses Boyd e Coucou Chloe, ou seja, tudo figuras conotadas com a actualidade da música electrónica e urbana, com incursões pelo novo jazz londrino.

O irlandês Rejjie Snow trará a sua música hip-hop singular, depois de no final do ano ter actuado no festival Super Bock em Stock de Lisboa, assumindo influências tão diversas como a canção francesa ligeira, George Michael ou Charles Bukowski, como se pode constatar ouvindo o álbum, Dear Annie, lançado o ano passado. O americano Kindness, que acabou de editar o terceiro álbum,  Something Like A War, é outra das confirmações, carregando atrás de si música house de sensibilidade funk. De Londres, virão os Ezra Collective, que arrancaram, no Verão passado, um concerto vibrante no Meco, no contexto do festival Super Bock Super Rock. Trata-se de um dos núcleos criativos de maior impacto quando hoje se pensa nas linguagens do jazz a emergir na capital inglesa. O jazz mais clássico não é esquecido, mas são as incursões pelo afrobeat ou hip-hop que dão espaço à criação de um som muito próprio.

Do mesmo caldeirão criativo, teremos o baterista e produtor Moses Boyd, que trabalhou e colaborou com nomes como Lonnie Liston Smith, Ed Motta, Little Simz, Four Tet, Floating Points ou Sampha. Por último foi confirmada também a francesa — a residir em Londres — Coucou Chloe, ou seja Erika Jane, dj, produtora e vocalista francesa, que cruza batidas sensuais e lentas com ritmos de hip-hop. O ano passado passaram pelo festival nomes como Arca, Madlib, Kamaal Williams, Pedro Mafama ou Dino d’ Santiago.