Nuno Artur Silva vende Produções Fictícias antes de tomar conta da RTP e do cinema

Pela primeira vez, cinema e audiovisual têm uma secretaria de Estado. Nuno Artur Silva, que também vai tutelar a RTP, prometeu vender as Produções Fictícias antes de tomar posse.

Foto
NFS - Nuno Ferreira Santos

Quando assumir o cargo de secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media, Nuno Artur Silva terá vendido a sua quota na Produções Fictícias, a empresa produtora de conteúdos que fundou em 1993 e que é também dona do Canal Q. “No momento em que tomar posse como secretário de Estado, já não serei accionista da Produções Fictícias e consequentemente do Canal Q”, disse Nuno Artur Silva ao PÚBLICO.