Os Mossos são os novos inimigos das ruas da Catalunha

Ao fim de cinco dias de confrontos na Catalunha, viveu-se um dia de raiva triste em Barcelona. A angústia da cidade foi arma de arremesso político. Torra exigiu diálogo a Sánchez, mas o chefe do Governo de Espanha fechou a porta.

Fotogaleria
Um dia de raiva triste em Barcelona JON NAZCA/Reuters
Fotogaleria
Um dia de raiva triste em Barcelona JON NAZCA/Reuters
Fotogaleria
Um dia de raiva triste em Barcelona JON NAZCA/Reuters
Barcelona
Fotogaleria
Um dia de raiva triste em Barcelona JESUS DIGES/EPA
Fotogaleria
Um dia de raiva triste em Barcelona ALBERT GEA/Reuters
Fotogaleria
Um dia de raiva triste em Barcelona JON NAZCA/Reuters

A violência dos últimos dias na Catalunha serviu neste sábado de arma de arremesso político entre Madrid e Barcelona, mas uma solução para a tensão que se vive no território está tão longe do que nunca. A capital catalã viveu um dia bem mais calmo, e também mais triste.