Fotogaleria
Chaumont-sur-Loire Ricardo Lopes
,Château de Chambord
Fotogaleria
Chenonceau Ricardo Lopes
,Castelo
Fotogaleria
Cheverny Ricardo Lopes
Reportagem

Os mil e um castelos do Vale do Loire (e os seus jardins de origami)

São muitos – não sabemos quantos. E estão escondidos ao longo do Vale do Loire como peças de origami dobradas dentro de livros. Conduzimos, navegámos e voámos para conhecer alguns.

Quantos castelos cabem no Vale do Loire, o maior rio de França, o vale que a UNESCO classificou em 2000 como Património Mundial da Humanidade, a região que comemora 500 anos do Renascimento? Durante três dias, volante na mão, a Fugas foi percorrendo o mapa e foi percebendo que dois châteaux por dia é o número possível para quem quer mergulhar na história destes palácios de campo, sentir a exuberância dos seus interiores e a ligação umbilical com hectares e hectares de florestas régias, de hortas tricotadas e de jardins e lagos estampados como a lacre da coroa. Um de manhã, outro à tarde. O exterior e o interior – e o exterior outra vez. Por terra, ao leme de um futreau, à boleia de um sidecar e através dos olhos de um drone.